Seu corpo precisa de música

Qual a música da sua vida?

O movimento é vital ao ser humano. Se não nos movemos, “enferrujamos” com o passar do tempo. Fato!

Quantas descompensações, dores e doenças vamos criando ao logo da vida porque ela e suas obrigações nos distanciam da prática de atividades físicas regulares?

E não refiro-me só as que se pratica em Academias com os exercícios físicos planejados por um profissional de Ed. Física.

A vida moderna faz a gente trocar, facilmente, um lance de escadas pelo elevador!

A música, por outro lado, faz a gente querer se mexer.

Já dizia a Madonna em sua música intitulada “Música” 😛 (Music): “Quando a música começar, não vou querer parar”, provando que essa relação é muito forte! Tão forte que em algumas línguas do planeta, música e movimento são intercambíveis, ou seja, são representados por uma única palavra.

Faça o teste!

Coloque a música favorita de um amigo para tocar e observe a reação do corpo dele. Mesmo que seja uma música lenta, mesmo que ele fique estático, no mínimo, a expressão dele irá mudar. E é disso que quero falar: Sobre a mistura mais intencional e explosiva entre música e movimento que eu conheço: o BODYJAM!

O BODYJAM é a aula de dança que mais nos aproxima do cenário de uma pista de dança! Em dois, muito diferentes, sentidos:

Pista de dança – sentido 1:

Local onde você dança de forma livre e frenética com seus amigos as músicas mais badaladas do momento.

Pista de dança – sentido 2:

Local onde dançarinos desafiam a gravidade, e todas as outras leis da física e da química, mostrando o que seus corpos são capazes de fazer ao reproduzirem uma sequência de movimentos ou coreografia.

Quando a gente mistura a diversão, a liberdade e a liberação de energia de dançar entre amigos ao som das melhores músicas com o desafio de mostrar o que nosso corpo é capaz de fazer para reproduzir de forma original uma coreografia, a gente dança BODYJAM.

Não é fácil ou difícil, descolado, “old school” ou qualquer outra coisa o suficiente para a gente conseguir definir ou traduzir em uma única frase, mas definitivamente é para todos e você precisa experimentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close